Endometriose Profunda

A endometriose profunda, também chamada de endometriose avançada, corresponde às  lesões que atingem os orgãos pélvicos em profundidade superior a 5 mm, por extensões variadas e provocando maiores deformidades anatômicas. É nessa fase que encontram-se as lesões intestinais, acompanhadas ou não por lesões na bexiga e, mais raramente, no ureter.

Existem diversas teorias sobre a origem das lesões profundas. As principais explicam que as lesões profundas intestinais podem ser originadas a partir de lesões superficiais que foram aos poucos invadindo o tecido intestinal, ou então podem surgir por metaplasia de celulas embrionárias que se diferenciam em lesões endometrióticas.  

Normalmente,  provoca quadros dolorosos muito intensos,  mas aproximadamente um terço das mulheres nessa fase apresentam apenas dores leves ou moderadas e cerca de 5% são assintomáticas.
Estudo realizado na Itália em 2004 mostrou que as lesões apresentam evolução muito lenta nas mulheres com endometriose profunda que sentem pouca dor. Quando o quadro de cólicas e dor pélvica é muito intenso, existe a tendência a maior atividade proliferativa da endometriose e portanto avanço mais rápido. 

Quando atinge o intestino pode provovar quadros de diarréia e dor para evacuar, principalmente durante o período menstrual. Se a lesão atingir as camadas mais profundas do intestino, principalmente sua mucosa, pode levar a sangramento intestinal, identificável pela presença de sangue junto às fezes. Quadros de suboclusão intestinal ocorrem raramente.

O exame físico é indispensável para a definição do diagnóstico de lesão profunda. No exame de toque o especialista pode avaliar o fórnice vaginal posterior à procura de nódulos profundos, sinal muito relacionado a lesões intestinais.

Mais informações no link tratamento da endometriose profunda intestinal.

As informações contidas neste site devem ser utilizadas apenas como orientação para as mulheres e familiares. Para qualquer forma de diagnóstico e definição do tratamento, um médico especialista deverá ser consultado.

Endometriose © 2012. Direitos reservados.

Última Atualização: 24/Jul/2012

Valid XHTML 1.0 Transitional